Educação Infantil

A Educação Infantil, primeira etapa da Educação Básica, tem como finalidade o desenvolvimento integral das crianças, até os cinco anos de idade, em seus aspectos físicos, emocionais, afetivos, cognitivo/linguístico, psicológicos, intelectuais e sociais, como seres totais, completos e indivisíveis, complementando a ação da família e da comunidade, cumprindo as funções de educar e cuidar.

Os componentes curriculares da Educação Infantil – Linguagem Oral e Escrita, Matemática, Natureza e Sociedade, Identidade e Autonomia, Artes Visuais, Movimento e Música – permitem-nos trabalhar a concepção construtivista sociointeracionista da aprendizagem escolar e conduzem, obrigatoriamente, a uma concepção curricular descentralizadora, permitindo aos professores a construção de sua prática procurando atender e respeitar as diferenças individuais e os contextos sociais, econômicos e culturais do momento. Enfatizam o processo de aprendizagem, programas flexíveis e avaliação contínua, centralizada na observação e acompanhamento do aluno no decorrer do processo.

O tratamento dado aos componentes curriculares será participativo, dialogal, expressivo e de aprendizagem.

A organização dos espaços e dos tempos escolares são pensados e planejados para favorecer o desenvolvimento de atividades que promovam o desenvolvimento de habilidades adequadas que possibilitem à criança  aprender  a conhecer a si própria e o mundo que a cerca através de atividades lúdicas que a levem a  desenvolver seu pensamento.

Toda ação educativa é um ato político, e deve estar comprometida com a cidadania e a formação de uma sociedade democrática, portanto a consciência ecológica e ética deve ser formada desde a Educação Infantil.